Sabotadores Financeiros – Efeito Moldura

Imagine que você está com um grande problema que precisa resolver rapidamente e um de seus amigos te oferece uma possibilidade para resolver essa questão, mas, a ideia do seu amigo tem uma chance de 20% de dar errado. Você faria como o seu amigo sugeriu?

Olá Protagonista, estamos falando sobre sabotadores financeiros e hoje eu quero te provocar para uma reflexão que, vai te ajudar a enxergar as possibilidades de uma maneira mais assertiva e, como consequência disso, tomar melhores decisões.

Vamos falar sobre um viés comportamental, chamado “efeito moldura.”

Antes de mais nada, deixa eu te falar o que é um viés: Viés, é um pré-conceito. É uma tendência criada na mente que leva uma pessoa a seguir um caminho específico e quase lógico ou cria uma perspectiva particular com base nas noções e crenças predeterminadas dessas pessoas. Um viés, afeta diretamente a capacidade de julgamentos das opções e todos os comportamentos dessa pessoa, quando se trata de riscos, principalmente, os relacionados a ganhar ou perder algo.

Entenda que os seus julgamentos do que é positivo ou negativo para você quanto a todas as informações que você recebe no dia a dia, afetam diretamente as decisões que você toma, o que faz com que tenha os resultados  que você tem hoje. O sabotador financeiro de hoje, é justamente relacionado a isso.

O efeito moldura, é um viés  comportamental, em que as pessoas reagem de maneiras bastante diferentes para uma mesma escolha possível, dependendo da forma como esta escolha é apresentada.

Quando falamos de julgamentos do que é positivo ou negativo, segundo uma perspectiva em particular, estamos falando de um enquadramento daquela perspectiva. Este enquadramento forma uma espécie de moldura, que chama atenção para o que está dentro dela, no caso, o que foi enquadrado ou, seja, aquela perspectiva particular.

Vou te dar um exemplo prático disso: no início do vídeo eu apresentei uma situação hipotética, onde você teria um problema urgente para resolver e que um amigo sugeriu uma solução que tem 20% de chance de dar errado. Muito possivelmente, pelo risco de dar errado ser de 20%, você não se sentiu confortável em tomar este caminho e disse um “não”, quando questionei se você tomaria esta opção.

Agora, deixa eu reformular o exemplo com um viés diferente para que você entenda:

Imagine que você está com um grande problema que precisa resolver rapidamente e um de seus amigos te oferece um possibilidade para resolver essa questão. A ideia do seu amigo tem um potencial de 80% de êxito. Você faria como o seu amigo sugeriu?

Você consegue entender que, com uma pequena mudança da apresentação do cenário, o contexto pode ser completamente diferente?

O efeito moldura, provoca diferentes tipos de enquadramentos, podendo ser de escolha de risco, por exemplo, o risco de perder 100 reais versus a oportunidade de ganhar 900 reais em 1.000.

Enquadramento de atributos: como 20% de chances de não dar certo versus 80% de potencial de assertividade, ou

Enquadramento de metas: onde a ideia é entender o que move as pessoas com um menor desgaste. Exemplo: damos uma recompensa de 100 reais para fazer algo específico ou penalizamos em 100 reais se não for feito.

Se você é um pessoa que hoje identifica primeiramente os 20% de chances de dar errado e, não tem nenhum problema com isso, você só precisa buscar mais o contra ponto, ou seja, a perspectiva dos 80% para poder avaliar as suas ações e se libertar de um único ponto de visa. Fazendo isso, você já vai perceber melhores resultados quase que imediatamente por conta dos novos comportamentos que você vai ter.

É incrível como meus clientes e alunos melhoram consideravelmente seus resultados de curto prazo, somente trabalhando de maneira mais aprofundada neste ponto específico, nos programas de desenvolvimento que eles participam comigo, com casos de clientes que dobraram suas rendas em 30 e 60 dias, com mais equilíbrio entre pessoal e profissional. É maravilhoso ver pessoas comuns tendo resultados extraordinários.

Isso faz sentido para você? Então, pense à respeito, mude a sua postura e viva a vida que você merece. Gostou deste artigo? Compartilhe este artigo, com os seus amigos, pelos grupos de whatsApp, para que eles possam ter também acesso a este conteúdo e possam aplicar as sacadas em suas vidas.

Quero reforçar que a sua presença aqui é muito importante para mim, por isso, continue acompanhando o meu blog. Um grande abraço e nos vemos no próximo artigo.

Este site utiliza Cookies para melhorar a sua experiência. Ao clicar em aceitar você concorda com os termos de uso e políticas de privacidade.