Sabotadores Financeiros – Efeito Inércia

Olá Protagonista!

Hoje eu vou falar com você a respeito de 1 dos sabotadores financeiros que ocorrem com muitas, mas muitas pessoas as impedindo de conquistar as vidas que merecem.  Você quer saber qual é esse comportamento e descobrir como evita-lo? Então, fica comigo até o final deste Vídeo, porque eu vou te falar sobre esse grande vilão para as suas finanças e como deixar de cometê-lo para que você e aquelas pessoas queridas possam se prevenir, construindo resultados melhores na área financeira e em outras áreas de suas vidas.

Antes de mais nada, deixa eu esclarecer que sabotadores financeiros, são aqueles comportamentos praticados no piloto automático, aqueles que são tão automáticos que você muitas vezes nem percebe conscientemente quando os executa.

Hoje em dia, tem se tornado cada vez mais claro, através de pesquisas no campo das ciências comportamentais, que os comportamentos e atitudes que uma pessoa pratica constantemente, são os maiores responsáveis pelos seus resultados, os bons e os não tão bons.

Isso significa dizer que, se você espera as coisas acontecerem em sua vida, em vez de fazer com que aconteçam, as chances são de que o tempo vai passar e, por esperar o melhor momento para fazer algo, você vai deixar a vida passar diante de seus olhos e talvez você se arrependa amargamente depois. Com isso eu entro no primeiro comportamento irracional, que é o efeito inércia.

Na física, inércia é a tendência de um objeto físico resistir à mudança de seu estado atual de movimento ou repouso.

Os seres humanos são, por natureza, resistentes a mudanças. Quando se acostumam a fazer algo, procuram fazer aquele algo sempre da mesma forma. Quando precisam fazer aquilo de forma diferente, principalmente se esse “diferente” exige um nível de complexidade maior – e aqui, a complexidade pode ser no grau de dificuldade dessa nova rotina, pré conceitos, crenças, ou por perceber que a execução dessa nova rotina, implica em encarar de frente, coisas que elas tem evitado, seja por medos, angustias ou experiências passadas ruins – mas, quando percebem essa maior complexidade, a tendência é evitar, a todo custo, praticar as ações necessárias e permanecer exatamente como antes. Mesmo que ela perceba que os resultados de suas ações não a levam a ter os resultados que vem buscando.

É muito comum, quando uma pessoa se depara com mudanças que a afetam em uma dessas esferas, que essa pessoa monte em sua mente o pior cenário possível, sem nenhuma justificativa que tenha um embasamento específico. Simplesmente por seus medos e inseguranças e, acabe evitando, a todo custo essa mudança, ou a tornando muito mais difícil e dolorida do que deveria ser.

Com finanças não é diferente. Dinheiro ainda é um tabu em nosso país e não tem mais que ser. Digo por experiência própria, porque eu vivi isso e digo também pelos atendimentos a vários dos meus clientes, que, na maioria dos casos, as pessoas sequer estão dando atenção a coisas básicas, como seu controle de fluxo financeiro de entradas e saídas. Isso tem muito a ver com experiências passadas que fizeram com que essas pessoas enxergassem o dinheiro de uma forma equivocada, como algo ruim ou acreditando que não merecem.

Tudo bem Fábio, mas como eu posso fazer para não cair na armadilha do efeito inércia?

Eu quero te dizer algo muito importante: O passado é a chave para o futuro. Nós agimos de acordo com o que acreditamos. Então, o primeiro passo, é descobrir o porquê de seu comportamento financeiro sem assertividade. Quais são as sensações que você tem quando pensa em dinheiro? É medo, aversão, tristeza? Descreva esses sentimentos.

Depois você deve buscar em suas memórias mais antigas, o que fez com que você formasse esses sentimentos. Talvez coisas que você ouvia seus pais ou pessoas próximas dizerem para você na infância. Coisas como: muito dinheiro é para pessoas gananciosas, ou dinheiro é sujo, ou qualquer outra coisa neste sentido.

Talvez, você tenha visto seus pais brigarem constantemente por causa de dinheiro, ou talvez você tenha percebido dificuldades financeiras em sua infância, que fizeram você acreditar que dinheiro é uma fonte de dor e sofrimento. Ou ainda, você pode ter pedido que, para você, era muito importante e não ter ganho aquilo, fazendo com que você tenha passado a crer que não merece ter uma vida financeira próspera.

Pare por um instante e comece a se recordar de tudo o que você ouvia e via sobre dinheiro nessa época. Reflita e anote em uma folha esses termos e coisas que fizeram você sofrer e lidar com dinheiro da forma como lida hoje, para ter a clareza de que você não é mais refém disso.

Depois de entender estes pensamentos, você deve agir, colocando todas as suas energias em criar uma lista de afirmações diferentes sobre dinheiro. Afirmações que te empoderam financeiramente e diariamente repetir essas afirmações com muito sentimento, até que você comece a perceber que essas crenças estão mudando.

Acredite, deu certo comigo e com centenas de milhares de outras pessoas. Não vai ser diferente com você.

Depois de criar essa lista, já coloque a mão na massa. Anote todos os seus gastos e ganhos mensais para entender a sua real situação financeira. Encare de frente, mesmo que vá doer no início. Nas palavras de Aristóteles: Nós somos o que fazemos repetidamente. A excelência, portanto, não é um ato, mas um hábito.

Crie hábitos financeiros saudáveis e você terá a vida que você sonha. Toda maratona começa com os primeiros passos e quanto antes você iniciar esta jornada, mais rápido você terá os resultados que você busca.

Existem também outras técnicas e ferramentas específicas que você pode utilizar para ajudar nessa reprogramação de crenças financeiras que você encontra com muita profundidade em livros, treinamentos presenciais e online que eu recomendo que você procure. O conhecimento está a sua inteira disposição, você só precisa querer e agir.

Isso faz sentido para você? Então pense à respeito, mude a sua postura e viva a vida que você merece. Gostou deste artigo, então compartilhe com aquelas pessoas queridas e seus grupos pelo whatsapp.

Um grande abraço e nos vemos na próxima!

Este site utiliza Cookies para melhorar a sua experiência. Ao clicar em aceitar você concorda com os termos de uso e políticas de privacidade.